Kai e Leo no Mundo Real.

Kai e Leo eram duas personagens de desenhos animados que viviam num livro de banda desenhada. Divertiam-se muito com os seus amigos, mas também eram muito curiosos sobre o mundo fora do livro. Um dia, encontraram uma caneta com tinta especial que os podia fazer viajar para outros lugares. Decidiram experimentar e desenharam uma porta numa página em branco. Passaram pela porta e de repente encontraram-se no mundo real!

Não sabiam o que estavam a ver! Havia cores, sons, cheiros e movimentos por todo o lado. Viram carros reais, pessoas de carne e osso, animais reais, plantas reais e edifícios reais. Ficaram tão surpreendidos que queriam tocar em tudo e descobrir tudo. Correram pela rua, treparam às árvores, brincaram com os cães, provaram o gelado e conheceram as crianças. Nunca se tinham divertido tanto!

Esqueceram-se completamente de que vinham de um livro de banda desenhada e que tinham de voltar. Já não queriam regressar ao mundo desenhado. Queriam ficar no mundo real, onde tudo era tão vivo e emocionante. Mas então algo estranho aconteceu. Começaram a desaparecer. As suas linhas tornaram-se mais finas e as suas cores mais desbotadas. Sentiam-se cada vez mais fracos. Perceberam que não podiam ficar muito tempo no mundo real. Tinham de voltar rapidamente ao seu próprio mundo, antes de desaparecerem completamente.

Procuraram a porta que tinham desenhado, mas não a encontraram em lado nenhum. Tinham-se afastado demasiado e tinham-se perdido. Entraram em pânico e começaram a chorar. Não queriam desaparecer. Queriam viver. Então viram um rosto amigável. Era uma rapariga que também vivia no livro de banda desenhada. Chama-se Mia e tinha encontrado a caneta com tinta especial. Seguiu-os até ao mundo real e desenhou novamente a porta. Disse-lhes para virem depressa, antes que fosse tarde demais.

Kai e Leo ficaram tão felizes por verem a Mia. Agradeceram-lhe e correram para a porta. Passaram por ela e voltaram ao seu próprio mundo. Sentiram-se imediatamente melhor. As suas linhas tornaram-se mais grossas e as suas cores mais brilhantes. Estavam novamente como antes. Abraçaram a Mia e agradeceram-lhe mais uma vez. Contaram-lhe sobre a sua aventura no mundo real e como foi divertido. Mas também disseram que estavam felizes por estar de volta ao seu próprio mundo, onde pertenciam.

Aprenderam uma lição importante. Aprenderam que o mundo real era muito bonito e interessante, mas também muito perigoso e imprevisível. Aprenderam que deviam apreciar o seu próprio mundo e cuidar dele. Aprenderam que podiam ser felizes com o que tinham, desde que tivessem amigos com quem o partilhar. Aprenderam que não precisavam de mudar para viver. Aprenderam que eram bons como eram. Aprenderam que eram personagens de desenhos animados, e isso estava bem.